quinta-feira, 12 de maio de 2016

De Saint Jean Pied de Port a Santiago (2)


DOS PIRENÉUS FRANCESES ÀS TERRAS DE PALENCIA
Calzadilla de la Cueza, 12 de Maio
Calzadilla de la Cueza. Uma pequena terra "perdida" nas estepes cerealíferas das terras de Palencia, à vista dos Montes nevados de León. Nunca tinha ouvido falar ... e no entanto aqui estou eu, a metade do Caminho entre Saint Jean Pied de Port e Santiago, com quase 400 km percorridos. Descrever o que têm sido estes 14 dias? Impossível! O Caminho vive-se e sente-se, partilha-se, não se descreve. Ou, se se descreve ... prefiro transcrever o amigo Jorge Carvalho, que, há 2 anos, percorreu precisamente este mesmo Caminho, o Caminho Francês ... o Caminho de uma Vida:
Ser peregrino
Ser peregrino é acreditar na realização dos sonhos ... encontrar os limites e superá-los... Dar um passo de cada vez... Rir quando alguém diz: é ali... Ser profundo conhecedor de bolhas... Valorizar o que se tem...
Virgem de Biakorri, Pirenéus franceses, 28.04
Ter o essencial e ser feliz com isso! Adorar os amigos! Principalmente se forem peregrinos... Amar as estrelas... Sair mesmo que chova torrencialmente... Ser capaz de compreender quando alguém diz: não posso... Dormir em qualquer lugar, e achar óptimo... Comer o que está na mesa sem reclamar... Ver a natureza com outros olhos.. Ter centenas de fotos, e não se cansar de olhar para elas. Encher os olhos de lágrimas quando ouve falar do Caminho. Viver cada dia com alegria e prazer. Ter a certeza que o pior sempre passa... Acreditar que depois de uma montanha...tem outra montanha... Ter uma grande capacidade de aprender ... improvisar ... e inventar... .... Lavar a cabeça com sabão... Adorar um Rioja, tortilhas e bocadillos. Ficar alguns dias sem se barbear, e não dar tilte... Mesmo morto de cansaço, sair para tomar vinho e conversar com amigos... Dormir mesmo sentindo cheiro de chulé .... E outros cheiros também... Dormir mesmo ouvindo roncos, graves e moderados... Querer compartilhar sempre... Ter a certeza que a vida é mais colorida... Ser "assim" como Santiago... Não saber porque fez o Caminho... Ter a certeza que vai fazer outra vez... Encontrar um peregrino no meio de centenas de pessoas... Ter saudades do Caminho todos os dias...
Votos de bom Caminho aos peregrinos do Caminho Francês... José Carlos Callixto, Paula Francisco, Helena Lopes, Jose Manuel Messias e António José Banha
Montes de Léon, vistos do Caminho entre Carrión de los Condes e Calzadilla de la Cueza, 11 de Maio
Mais fotos? Mais texto? Talvez. Um vídeo, depois, como habitualmente. Centenas de fotos. Mas, para já, vai haver mais Camiño, mais magia, mais Amor, mais partilha, mais saudade da família. A ela, à família que ficou em casa (a biológica e a que a vida também me deu) e aos Manos que me acompanham nesta "aventura" ... obrigado por existirem!

2 comentários:

Jorge Carvalho disse...

Bonita descrição do Caminho de Santiago

Anónimo disse...

Bom Caminho! Ultreia!