sábado, 17 de outubro de 2015

Cumes de Somiedo e Ubiñas

Nos primeiros dias de Junho de 2014, dei a conhecer a minha terceira "terra natal" a 25 amigos que a paixão pela Natureza trouxe à minha vida: Somiedo, os valles del oso, as terras de Quirós e de Teverga. No pensamento de todos os que participaram nessa primeira "aventura" ficou sempre a pairar uma segunda edição, no Outono ... para fazermos pelo menos o cume de Peña Orniz, que a neve nos desaconselhara de tentar. A imagem acima - precisamente o cume de Peña Orniz - andou no imaginário de dez participantes naquela primeira edição ... e de mais 17 amigo(a)s que se foram gradualmente juntando à ideia de uma "aventura", pelos Cumes de Somiedo e Ubiñas.
Tuiza de Arriba, 17.Out.2015
Na semana que passou - e é a primeira vez, neste blog, que estou a escrever vários dias depois - vivi sem dúvida alguns dos melhores dias da minha Vida. Dias mágicos, vividos num ambiente fantástico, construídos e partilhados por gente fantástica! Dias em que sobressaiu a Alma de cada um e a Alma do grupo excepcional que formámos! Dias em que sobressaiu a essência de que somos feitos! Dias em que sobressaiu a mais pura e sã Amizade, o Amor fraternal, o Amor pela Vida verdadeira!
Estavam presentes três dos Irmãos que a montanha, os grandes espaços e o "Caminho da Aventura" trouxeram à minha Vida. Estavam presentes quatro dos meus companheiros do "Caminho do Toubkal". Estavam presentes companheiros e companheiras de outras "aventuras", das "aventuras" que me têm feito sentir, nos últimos anos ... que voltei aos "anos loucos" da minha juventude.
Para surpresa de muitos que já a conheciam e de outros tantos que há muito a queriam conhecer, esteve também presente um "anjo branco", que um dia tive a felicidade de conhecer: mais do que uma grande mulher, sonhadora e amante da montanha, é um grande ser humano, com uma grande Alma, uma enorme Alma ... uma "Alma de Montanhista". Obrigado, Dorita! Depois, lá, fomos ao encontro de outra grande mulher, que vive com paixão e afición o elixir d'amore pelas suas amadas terras de Somiedo, pelo seu mundo rural ... pela Vida. Obrigado, Rosalía!
Faltou contudo outra grande mulher ... especial: para grande pena minha e de todos os que a conhecem ... a minha "estrela arraiana", a companheira da minha grande aventura da Vida, não se achou à altura dos duros desafios que íamos viver. Mas o Amor verdadeiro não coarta as Paixões!...
27 heróis vão começar a 1ª "aventura", a travessia Tuiza de Arriba - Peña Ubiña - Torrebario
Num grupo de 27 pessoas, é natural que, à partida, nem todos se conhecessem da mesma forma. Mas regressámos dos Cumes de Somiedo e Ubiñas com uma sensação de felicidade nos rostos, com a sensação de que todos já nos conhecíamos há muitas luas! A Montanha é uma Senhora que prende e une os seus Amantes, que irradia Paixões, que gera Magia ... ou não fossem as Astúrias uma terra de mitos e de lendas, de brumas misteriosas, de cores fantásticas, dos sons do silêncio! Que dizer, por exemplo, de um dia em que, após o jantar, no Albergue de Saliencia ... damos connosco a abraçarmo-nos uns aos outros, espontaneamente, irradiando alegria, amizade, união, felicidade?...
A semana que passou ficou também marcada pela minha primeira queda aparatosa em 45 anos de "aventuras" ... por fragas e pragas...! Poderia ter sido trágica ... mas os deuses das Ubiñas sabiam que ainda tenho muito para viver. A Montanha acolheu-me, protegeu-me, abraçou a minha queda ... porque a Montanha é Mãe!
Por tudo o que ficou dito ... a semana que passou é difícil de descrever ... mas vou tentar ... por episódios. Até porque escrever é recordar, é cantar e espalhar de novo a Felicidade vivida!...
"A vida afectiva é a única que vale a pena. A outra apenas serve para organizar na consciência o processo da inutilidade de tudo."                               (Miguel Torga)
(Escrito em Vale de Espinho, 28 de Outubro)