domingo, 3 de fevereiro de 2013

Por terras e praias do Vimeiro e Porto Novo

As arribas litorais próximas da Praia de Santa Cruz, que palmilhei desde a infância, foram este fim de semana palco de mais uma actividade da minha "família" caminheira. Quantas e quantas vezes percorri o extenso areal de Santa Rita, os trilhos nos pinhais ou nas falésias, a histórica Praia de Porto Novo, os caminhos da Maceira e do Vimeiro. A pé, de bicicleta, na motorizada alugada ao velho sr. Filipe ... já tudo lá vai ... daqui a pouco há 50 anos!

Praia de Porto Novo, Vimeiro, 2.02.2013
Depois de dois dias no reconhecimento para a Grande Rota do Côa ... as "aventuras" caminheiras deste fim de semana centraram-se precisamente em Porto Novo, com base no já velho Hotel Golf Mar, contudo sempre renovado e sempre jovem ... como eu...J.
Nas arribas a norte de Porto Novo
(2 fotos: Sandra Almeida)
A caminhada de ontem desenvolveu-se a norte e leste de Porto Novo, primeiro ao longo da costa, com as "minhas" velhas Berlengas à vista, e depois para o interior, pela Maceira e Vimeiro, terminando ao longo do rio Alcabrichel e fechando o dia com um espectacular pôr do Sol.
Panorâmica sobre Porto Novo
Vimeiro, com a Serra de Montejunto ao fundo
Ao longo do Rio Alcabrichel
Um espectaculat pôr-do-Sol no mar, Hotel Golf Mar, Porto Novo, 2.02.2013
A jornada de hoje iniciou-se pela margem oposta daquele mesmo rio, para subir depois ao "planalto" do Casal das Portelas e de Valongo. O troço final foi a descida para a Praia de Santa Rita, passando junto às ruínas do Convento de Penafirme ... ruinas que conheci há 35, há 40 e há mais anos, nos meus passeios a partir de Santa Cruz. As ruinas estavam então completamente isoladas no meio de extenso areal, a perder de vista, onde nada mais havia em redor do que areia. Hoje têm estufas e estradas bem próximas.

Porto Novo, 2.02.2013 - Fim de dia ...
... e o Sol vai raiar para mais um dia: Porto Novo, 3.02.2013
Ruinas do Convento de Penafirme, 3.02.2013
Praia de Santa Rita, 3.02.2013: e acabou mais um fim de semana caminheiro
Regressados a Porto Novo ... os dois dias com a minha "família" caminheira estavam feitos ... o que a juntar ao reconhecimento do Côa me deu 4 dias seguidos de jornadas pedestres ... e de são e alegre convívio.

1 comentário:

Unknown disse...

Bom trabalho. Ainda dizem que "depressa e bem, não há quem" mas pelos vistos consegues ser a exceção que confirma a regra.
Parabéns